30 November 2012

Xmas Sale!

Bom dia!
Estou muito contente em anunciar a nossa primeira VENDA DE NATAL !!! (vejam Facebook do evento)

Quem lê o blog deve ter percebido que estou a tirar o curso de cozinha :) Assim, a minha turma e eu estamos a organizar uma banquinha na venda de Natal dos Salesianos, dias 8 e 9 de Dezembro, das 10:30 às 19:00. O evento tem como propósito ajudar a Fundação do Gil e ao comprar na nossa banquinha pode ajudar o Gil e ajudar-nos a nós a angariar dinheiro para o nosso projecto de fim de curso - um mercado ibérico, sobre o qual darei mais informações daqui a uns meses!

Vamos estar a vender óptimos presentes de Natal e miminhos para toda a família! Desde azeites e sais aromatizados, vinagres, nougats, torrões, pickles, temperos em pasta, picantes, manteigas, quaaaase tudo o que possam imaginar!

Já estamos em modo Produção e ontem fiquei super contente porque consegui imprimir (direitinhas e sem erros) as nossas etiquetas!!
Que tal? Quem é que nos vai visitar?
<3 jo

26 November 2012

Presentes de Natal home-made

Bom dia!
Estes primeiros dias de Inverno fazem-me recordar os Natais passados e começar a pensar no que vou fazer este ano. Na minha família cada vez se oferecem menos presentes - só as crianças! -  e privilegiamos o tempo que estamos juntos. Ano sim, ano não, vamos para VP onde vibramos com o Natal. Filhoses, sopas cheias de legumes frescos e o cheiro do almoço pelo corredor. Tias reunidas à braseira e tios à conversa nos sofás. Primos à conversa até às tantas, quando acabamos por adormecer com o peso dos vários cobertores. Músicas e teatros de Natal. Adoro!
Por regra, costumo fazer tudo o que ofereço. Por várias razões! É mais barato, claro, mas também são coisas escolhidas por mim, sei donde vêm, ao que sabem... E um presente pessoal sabe sempre melhor que uma coisa aleatória escolhida numa loja uns dias antes do 24.
Aproveito os fins-de-semana, e abuso particularmente dos dias cinzentos, com frio, com chuva. Aí, o protagonismo divide-se entre os trabalhos manuais, a cozinha e as mantinhas&filmes. Quem não me compreende?!
Este ano colei bocadinhos de tecido nas etiquetas
E vou oferecer sais e azeites aromatizados e umas bolachinhas, para quem não cozinha, que faço mais perto do Natal.

Daqui a uns dias está na altura de enviar os cartões de Natal.. Logo logo mostro as minhas ideias :)

E vocês, vibram muito com o Natal? Os presentes são uma obrigação ou escolhem com cuidado em função da pessoa? E o que fazem em casa?
Boa semana :)

Que tal?
<3 jo

25 November 2012

to SPLIT

Bom Domingo!
Foi a vez de experimentar os pratos do Split, e não só as tapas, que já tinha mostrado aqui.
Estes pratos são e-n-o-r-m-e-s (300gr, 800gr e 400gr, respectivamente) e, segundo o conceito do Restaurante, são para dividir depois de partilhar umas tapas. Gostámos muito dos 3 (há mais na lista!), o favorito geral foi o naco de porco preto, mas eu fiquei dividida entre esse e o pica-pau.
Têm que ir experimentar para o desempate, depois digam!

Pica-pau de novilho(batatas fritas verdadeiras, fico feliz de cada vez que as vejo num restaurante!)

Ribs 800gr, vem com molho barbecue a acompanhar e mais batatinhas!

Naco de porco-preto, estava no ponto!

Que tal? Quem vai já a correeer experimentar? :)
<3 jo

24 November 2012

Bolas de Natal | Xmas DIY


Olá!
 O post de hoje não tem nada a ver com cozinha (a não ser que foi na cozinha que as fiz!) mas vi esta ideia algures na Internet e decidi fazê-las para ver como fica.
 Vão precisar de balões, cola branca e linha. Mias nada! Usei linha de croché, de algodão. Para a última bola que fiz usei renda antiga e achei o resultado engraçado!
 Molhar o fio na cola branca, tentar tirar a maior, e ir colando no balão, às voltas, até achar que está bem! Nada mais fácil.
 Depois, pendurar com uma mola, de um dia para o outro, para secar bem.
 Quando estiver seco, rebentar o balão com um alfinete e tirar o balão de dentro da bola. Ainda não fiz isso porque as bolinhas guardam-se melhor assim, com o bação, por isso quando fizermos a Árvore de Natal logo rebento os balões e talvez tire umas fotografias.
  Que tal?
<3 jo

23 November 2012

Baguette francesa | Bread making!

Olá!
Como prometido, aqui vão as próximas dicas para o pão usando massa velha.
Escolhi a Baguette. O pão mais estaladiço, no entanto fofinho no miolo, com aquela crosta dourada a sobressair na superfície enfarinhada... minhami!!
Aviso desde já que fazer pão em casa, com forno de casa e tabuleiros de casa é bem diferente de fornos de lenha e muito menos do que sai da padaria...! A verdade é que os nossos fornos não controlam o vapor (importante para a côdea do pão) e não podemos cozer directamente na pedra quente (o que ajuda a criar a crosta de baixo do pão devido ao choque térmico).
Mesmo assim, sabe muuuito bem fazer pão em casa, tê-lo quentinho acabado de sair e pensar "Fui eu!!" Adoro.
Usei a massa velha com cerca de duas semanas mas, pelo que sei, pode-se até usar a do dia anterior (fermentar à temperatura ambiente neste caso, sempre tapado).

Fiz algumas alterações à receita original. Não tinha farinha de centeio e quis juntar evas aromáticas, que adoro, mas a receita da baguette é a seguinte:
. 300 gr farinha
. 105 gr farinha centeio (usei uma farinha integral com 7 cereais)
. 265 gr desta massa velha
. 12 gr sal fino
. 12 gr fermento padeiro
. 270 ml água fria
   - Juntei um punhado de tomilho seco e tomilho-limão fresco picados.

Juntar todos os ingredientes, o fermento só no fim, depois dos ingredientes já todos misturados.
Amassar 10 min a velocidade lenta e 5 min a velocidade média. À mão, amassei até a consistência me parecer boa, cerca de 5min a mais depois de deixar de despegar das mãos.
Depois pesei bolinhas de 50 gr de massa, amassei-as bem e, com a costura para baixo, "enrolei" da maneira que podem ver em  baixo. Pus as mini-baguettes em tabuleiros bem polvilhados com farinha
Ficaram cerca de 1hora a levedar, no forno a 30-40ºc tapados com um pano.
Depois foram ao forno a 200ºc até estarem bem douradinhos como nas fotografias. Pus um tabuleiro com água quente no fundo do forno para tentar "reproduzir" o vapor.
Alguns dos pãezinhos foram pincelados com esta mistura de azeite, tomilho, sal grosso e alho esmagado. A maioria deles não pincelei porque gostei mais do aspecto enfarinhado...!
De qualquer das maneiras, molhei-os na mistura de azeite e ervas e soube lindamente!
Que tal? Quem vai experimentar?
<3 jo

22 November 2012

Massa velha | Bread making!

Olá!

Hoje consegui resolver o problema da falta de espaço no Picasa por algum tempo... Criei uma conta blackberryeats@gmail.com e agora é a que vou passar a usar para escrever neste cantinho... Sintam-se à vontade para enviar e-mails com dúvidas e que tais! :)


Já "avisei" que estive em aventuras pela panificação... Por isso hoje e amanhã o pão vai ser o assunto por estes lados.
Há pães que não usam massa velha, outros que nem fermento biológico precisam, mas confesso que o sabor azedo que o pão ganha com a massa velha é o meu preferido.
Vi em alguns blogs a receita de massa velha com uma chávena de farinha e outra de água, misturar e guardar no forno para fermentar. É uma versão mais fácil da que eu aprendi (feel free to use it!), mas também me disseram que com essa receita é mais difícil controlar a qualidade do pão.

Ensinaram-me assim:
 . 400 gr farinha
 . 250 ml água
 . 5 gr fermento padeiro
 . 9 gr sal

Fazer um monte com a farinha e o sal, ir juntando água. Reservar um bocadinho de água para desfazer o fermento e juntar no fim. Na batedeira igual. Não se deve juntar o fermento com o sal porque este "mata" a acção do fermento.
Amassar até despegar das mãos e guardar num tupperware no frigorífico. Usar dentro de três semanas, sendo que guardando um bocadinho da massa velha e juntando água e farinha, ela continua a fermentar e boa para usar.
Que tal?
<3 jo

21 November 2012

Help!

Estava agora mesmo a fazer um post no blog e a pôr umas fotografias, quando fiquei a saber que atingi os limites de armazenamento grátis do PicasaWeb... Não posso carregar mais fotografias no Blogger, e se apagar as do PicasaWeb, também ficam apagadas no meu Blogr...
Alguém sabe o que fazer?
Depois de pesquisar, percebi que não dá para sair do PicasaWeb, sem apagar toda a minha conta Google, Gmail, Blogger, etc... Sendo assim não consigo publicar mais fotografias...
Não sei o que fazer!
Podem-me ajudar?

Todos os comentários são bem-vindos :)
Obrigada!
<3 jo

19 November 2012

Focaccia para começar a semana

   Mesmo antes de escrever estas linhas, lia uma publicação num blog que sigo acerca da "técnica" de quem tem blogs (acho blogger uma palavra não adequada...), da seriedade e congruência das receitas publicadas e da integridade de quem escreve. Acho que, até agora, o que mostro nesta página tem sido o reflexo do que vou aprendendo na escola e das pesquisas em casa. Espero continuar a ter tempo para o fazer! Mas também não vejo o mal de quem gosta de partilhar as receitas caseiras, conhecidas por todos e sem nada de novo... Afinal cada um faz o que lhe apetece e, se não gosto, não leio. Pior são as tele-culinárias e semelhantes que não ensinam nada de jeito. No offences!
   Continuando...

   Fiz esta Focaccia para o almoço de família e, à boa maneira portuguesa, foi comida com a sopa até desaparecer.
   Ando numa de pães... As minhas baguettes estão a crescer no forno as I speak e a massa velha já foi alimentada para próximas aventuras. Mas a focaccia não usa massa velha e quis fazê-la por isso mesmo!

   Só pensava "tenho que fazer isto!!" desde que aprendemos na aula.
   E lá fiz. É muito fácil de preparar, fi-la no Sábado de manhã e, enquanto a massa descansava, pude ir ao Mercado Biológico do Campo Pequeno (todos os sábados das 9h às 14h nos jardins!) comprar mais umas ervinhas para lhe pôr em cima e os legumes e fruta da semana.
   A minha batedeira deu para misturar todos os ingredientes mas, fica já a nota para a família que me lê, dar-me-ia imenso jeito uma kenwood ou quiçá uma kitchen aid!

Não fiz uma receita muito grande (cerca de metade de um tabuleiro de forno), para fazer maior basta multiplicar esta receita:
 . 250gr farinha 55
 . 5gr sal
 . 5gr açúcar
 . 20gr azeite
 . 5gr fermento biológico (padeiro) (se tiver o liofilizado/granulado a quantidade é a mesma)
 . 120gr água fria
 . 1 dente de alho ralado e ervas aromáticas a gosto - usei tomilho seco, alecrim fresco, manjericão fresco e tomilho-limão fresco.
     A gosto pode também juntar azeitonas ou tomate seco
   Pré-aquecer o forno a 40-50ºc.
   Juntar a farinha com o sal, açúcar, azeite, ervas e adicionar quase toda a água. No resto da água desfazer o fermento e juntar à massa já a amassar. Nunca juntar o fermento com o sal pois este "mata" o fermento, que perde a força e não se desenvolve tão bem.
   Amassar (máquina 10 - 15min, à mão mais tempo!) e fazer uma bola, achatá-la com as mãos até ao formato desejado, salpicar com farinha. Pôr a massa dentro do forno num tabuleiro coberto com um pano húmido e deixar crescer no mínimo 40min a 1hora. (foi nesta altura que fui ao mercado!)
   Tirar a massa do forno e programá-lo para 200-220ºc. Entretanto fazer "buracos" na massa com os dedos, pincelar com mais azeite e ervas e juntar flôr de sal por cima.
   Está no forno cerca de 20min (rodar o tabuleiro, se necessário, para a cor e a cozedura ficarem uniformes). Deixar arrefecer um bocadinho para depois servir. Pode cortar em palitos, como na fotografia, cortar fatias ou deixar as pessoas servirem-se à vontade. Sem preocupações :)
Que tal?
<3 jo

18 November 2012

Mértola, Serpa e Beja

Bom Domingo!
Hoje mostro algumas fotografias de onde andei no princípio da semana... Alentejo!
Comemos lindamente, tivemos muuuita sorte com o tempo e pudemos passear à vontade :)

Beja

Beja

Açorda de bacalhau, "A Pipa" em Beja

Beja

Mértola vista da torre do castelo

Minas de S. Domingos

A caminho de Serpa

Azeitonas verdes, azeite, sal grosso e banha, "Molhó Bico" em Serpa

Serpa a caminho do castelo

Serpa

Definitivamente a repetir!
Que tal?
<3 jo

12 November 2012

off to | Mértola

Cachecol para o frio, caderno para tirar notas, fita cola para guardar papeis que me interessem. Relógio, óculos de sol e camisola quentinha.
Off to Mértola!

Boa semana!

<3 jo

11 November 2012

Aleatórias

Estava para aqui a pensar se faria um post semanal de fotografias aleatórias, como estas que mostro hoje..
É que nesta semana, por acaso, estava munida de máquina fotográfica em vários momentos, por isso tirei mais fotografias do que as dos posts do dia-a-dia. O que não significa que os próximos dias sejam assim, nem quero "ter que tirar fotografias" só porque sim ou porque me comprometi em apresentar "x" número no dia "tal".

De maneira que estas aleatórias ficam cá por hoje, para voltarem quando as houver :)

 Baguettes parisienses na aula de Pastelaria

 Lombinho de porco assado com legumes baby biológicos

 Marmelada da tia Rosarinho

 Massa velha para futuras aventuras na panificação :)

 Xmas cookies! Para dar às meninas da Casa da Estrela

De Negro, chocolateria na R. de S. Bento


Que tal?
<3 jo

10 November 2012

Caldo de Galinha | uma dica para poupar

Bom fim-de-semana!
O dia mundial da poupança já passou, bem sei, mas só agora mostro este caldo que fiz e que me substitui sempre os liofilizados, mais saudável, sem sal e com menos químicos e substitutos de sabor.
Não tem mesmo nada que saber:
   > pescoço, patas, asas... de frango, preferencialmente do campo, uma cenoura, um alho francês (pode ser a parte mais escura), uma cebola e um saco de cheiros (grãos de pimenta, tomilho e louro embrulhados num pano)
    > todos os ingredientes em água até cobrir numa panela, deixar ferver e reduzir pelo menos para metade
   > coar bem, deitar o caldo em couvettes de gelo e congelar! As couvettes não devem ser de borracha porque ficam com sabor, uso as de plástico da tupperware.

Que tal?
<3 jo

08 November 2012

Hoje à tarde...

... dediquei-me a isto:
Quem já experimentou? Que tal?
O que fizeram com ela?

<3 jo

Sal de Malaguetas

Bom dia!

Hoje mostro este sal de malaguetas que fiz. Comprei-as no mercado do Príncipe Real, na banca da Quinta do Poial. As malaguetas "mini" das fotografias são japonesas, assim como as pretas, e não picam. Para o sal usei as encarnadas grandes, que picam, e adorei a cor com que ficou!

É muito simples: malaguetas a gosto (pode-se tirar as sementes que quiser para ficar mais ou menos picante) na trituradora com umas boas colheres de sal grosso. Picar tudo até ficar em pó e depois  ir juntando mais sal, também a gosto.
Depois pus tudo num tabuleiro que deixei no forno (a 50ºc) para tirar a humidade. Quando fica uma espécie de "pedra de sal" está óptimo. Desfaz-se outra vez e transfere-se para frasquinhos! Conserva-se muito tempo devido ao sal e ao picante das malaguetas.
É um óptimo presente de Natal ou um miminho para quando não sabemos o que oferecer numa altura especial.

Que tal?
<3 jo

07 November 2012

Sopas de Bacalhau

Boa noite :)

Segunda-Feira foi-nos lançado o desafio a pares de fazer dois pratos com o que havia na despensa da escola. Um dos pratos que fizémos foi esta sopa de bacalhau:

Cozemos uma posta de bacalhau em água com 2 zests de laranja, 1 cebola, raíz de coentros e 4 dentes de alho esmagados. 8 min a ferver.
Desfizémos o bacalhau em lascas e voltámos a pôr as espinhas e peles na panela com o caldo, a apurar.
Entretanto cortámos pão bem fininho, regámos algum com azeite de coentros e foi a tostar ao forno. O resto do pão ficou assim mesmo.
Escalfámos um ovinho de codorniz, passámos por água e gelo para parar a cozedura e guardámos.
Rectificámos a sopa com sal, passámo-la num chinês / passador e pusémos numa "molheira" bem quentinho.

Num prato de sopa pusémos o pão, o ovo escalfado, um fio de azeite de coentros e rebentos (também de coentros). Quando apresentámos ao chef, servimos o caldo à volta (Imaginem que eu já não tirei fotografia!).
Que tal?
<3 jo

06 November 2012

Um almoço improvisado

Olá!
Quantas vezes temos restinhos de coisas em casa que acabamos por não usar porque não são quantidades suficientes? Cá em casa sempre tentámos aproveitar ao máximo. Já a minha avó, de uma sobra de carne fazia empadão de arroz e do que não se comia ainda fazia pasteis de arroz fritos (delícia!). O normal quando vou lá a casa e abro o frigorífico é ver tupperwares mínimos com um bocadinho de puré ou uma clara de ovo que não foi usada... You never know!
Mostro hoje dois aproveitamentos que fiz e espero que vos inspirem a gastar com consciência!

Sobraram uns cogumelos de um risotto de alcachofras e cogumelos (pleorotus e shitake), então salteei-os com manteiga, chalotas e tomilho. Juntei caldo de galinha, um bocadinho de uma trufa (que comprei armada em "gourmet forreta" e acabou por não saber a nada..!) e um fio de natas frescas para ligar tudo.

Entretanto o guisado de carne (tipo jardineira) que havia em casa não chegava para todos, então juntei polpa de tomate, mostarda em pó e deixei cozinhar ainda mais, para a carne se desfazer. Cozi esparguete e mesmo no fim juntei uma noz de manteiga ao molho da carne. Rebentos de rúcula por cima e tomate cherry pêra em metades e digam lá que não ficou logo com melhor aspecto?

Que tal? Que receitas se fazem de outras, por aí?
<3 jo