19 February 2013

Caril verde tailandês & happiness

Ontem a 50.000ª pessoa veio espreitar este blog e acho que é motivo para celebrar!
Não sei se em termos comparativos é muito ou pouco para um ano, pode ser pouquíssimo mas eu fiquei delirante! 50.000 é assim uma espécie de... é uma multidão! Pode ser o número dos participantes numa manifestação... Os sócios de um clube qualquer de futebol! Mas não.. Foram as pessoas, uma a uma, que passaram por aqui para ver o que partilho, quando me apetece sobre o que me apetece... Giro!
Esta semana tenciono dedicar-me à cozinha cá em casa, que tem sido prejudicada pela azáfama das massas e vai praticamente deixar de existir para a semana, à pala de mais um estágiozinho de dois meses! Hoje foi este caril que combinou lindamente com o espírito de comemoração e "happiness" em que estou.

Numa tarde preguiçosa passei pelo Jamie Oliver que estava a fazer um caril tailandês... Fiquei logo de olho já que é uma das minhas cozinhas preferidas! Nunca segui uma receita dele porque.. Enfim... Porque não! Mas hoje fui ao site, procurei aqueles pratos e fiz a pasta de caril verde à qual apenas juntei molho de peixe e de soja:
Para a pasta:
  • 4cm de gengibre fresco, do tamanho de um polegar
  • folhas de lima kaffir a gosto (pus duas)
  • 1 molho de coentros
  • 1 talo de citronela
  • 4 dentes de alho
  • 1 malagueta verde (tirar sementes se quiser!)
  • 1 cebola pequenina
  • azeite
  • óleo de sésamo
  • molho de soja e molho de peixe para temperar
Juntei tudo no food processor até ficar uma pasta verde e suave. Guardei as folhas de cima dos coentros para decorar no fim. 

Enquanto o arroz basmati cozia em água e sal, pus umas 3 colheres de sopa da pasta de caril num tacho, deixei cozinhar um bocadinho e juntei creme de côco (igual ao leite mas mais cremoso, como o nome indica!). Depois desta mistura fervilhar adicionei uma courgette cortada ao meio e na diagonal em fatias e deixei uns 5min tapado, para libertar os líquidos da cozedura. 
Entretanto pus o meu salmão a marinar com 1 colher de sopa da mistura do caril e passados os 5min da courgette, juntei o salmão, cada lombo cortado em quatro bocados.
Em 5 ou 10min, dependendo se gostam do salmão mais ou menos cozinhado, está pronto!
Basta escorrer o arroz, pôr numa tigela e polvilhar com folhas de coentros.
Verter o caril que acabaram de fazer para outra taça, espremer o sumo de uma lima, juntar umas folhinhas de coentros... E já está!
nota para poupar! : Não usei a pasta toda, sobraram-me cerca de duas colheres, que pus num frasquinho e congelei. Estou a pensar nuns raviolis... mnham!!!
É engraçado provar este caril, porque em cada garfada dá para sentir vários elementos... Numa a frescura da citronela, noutra a profundidade do óleo de sésamo... Às vezes trincamos uma semente da malagueta e depois o sumo de lima acalma tudo... ADORO!!!

Que tal?
<3 jo

12 comments:

  1. This comment has been removed by the author.

    ReplyDelete
  2. Argh... Agora é o blogger que me está a dar cabo da cabeça... Tinha feito um post todo piri e agora foi-se!! Conclusão: tem um ar fantástico, dá vontade de mergulhar nesse 'outro' mundo que são os caris de peixe!! Bom proveito!!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Bruno, ainda fui a tempo de ver os dois. Obrigada!
      Eu acho que a oleosidade do salmão fica lindamente a nível de textura... Costumo fazer outro caril amarelo com salmão, abóbora, pack choi e maçã que também é bom!
      Quando experimentares avisa :)

      Delete
  3. Que bom aspecto... acho que o vou fazer brevemente que tenho uns quadradinhos de salmão á espera de serem cozinhados e este prato parece-me muitooooooo bommmmm.. :)
    beijinhos e parabéns pelas 50.000 visitas... eu tenho 28.000 e acho absolutamente fantástico...heheheh..

    beijinhos e depois venho dizer como ficou.. :)

    ReplyDelete
  4. Já agora, onde encontro talo de citronela? obrigado
    beijinhos

    ReplyDelete
    Replies
    1. No Martim Moniz compram-se congelados, cerca de 15, 20 talos. Igual com as folhas de lima, que não são de uma limeira qualquer!!!

      Delete
  5. hm! Parece-me super bem. Comida tailandesa é algo que raramente cozinho mas esta receita é simples tanto no modo de preparar como na lista de ingredientes. Já tirei as minhas notas :)

    ReplyDelete
    Replies
    1. Ondina, eu adoro!! Se experimentares depois dá o feedback :) Boa semana!

      Delete
  6. Não sei o que é citronela... há à venda em qualquer local?
    Olha, adoro as tuas receitas. Vou ter de experimentar esta mistura fabulosa do Jamie & Joana.
    beijos,
    MJ

    ReplyDelete
    Replies
    1. MJ, obrigada pelo elogio!! Se experimentares depois diz-me como ficou.
      A citronela é erva príncipe, lemongrass, capim-limão em brasileiro...! É um bolbo bastante forte, que se adapta bem ao nosso clima. Tem um aroma e perfume de morrer, entre o limão perfumado, a lima, o gengibre... Nem sei!!!
      Se frequentas algum mercado biológico pergunta-lhes se vendem o bolbo para plantar (comprei o meu assim), se não pode ser que haja nos hortos e lojas grandes de plantas.
      De qualquer das maneiras, em lojas asiáticas (aqui é no Martim Moniz, no Porto não faço ideia) costuma haver saquinhos com 15-20 talos congelados, assim como as folhas de lima Kaffir, que as folhas de lima das "limeiras" de cá não têm o mesmo aroma.
      Espero ter ajudado e boa semana!

      Delete
  7. Adoro caril tailandês. Esta pasta deve ser estupenda! Também costumo fazer as minhas pastas em casa. (e eu também nunca fiz uma receita do JO porque... porque não.)

    ReplyDelete

adorava saber o que achou!